Discurso Direto



«FOME MUNDO: um desafio para a Humanidade»

DD

Cerca de 842 milhões de pessoas passam fome no mundo: uma em cada oito. A malnutrição infantil é responsável pela morte de 2,5 milhões de crianças todos os anos. 2 Bilhões de pessoas não dispõem das vitaminas e minerais essenciais para uma vida saudável. Na África Subsariana e do sul da Ásia o quadro é mais desolador.

A população mundial atual, estimada em 7 mil milhões de pessoas, crescerá para cerca de 9 mil milhões em 2050, obrigando a produção alimentar a aumentar em pelo menos 70%. No que respeita à sustentabilidade ambiental e das alterações climáticas, os atuais padrões de consumo e de produção ameaçam provocar mudanças climáticas irreversíveis e destruir a base de recursos que sustentam a vida no planeta: água, ar atmosférico, florestas, fauna e solos. Os elevados preços internacionais dos alimentos, bem como a sua volatilidade, empurram milhões de pessoas para a pobreza e consequentemente para a fome.

No entanto, o mundo tem os recursos e a tecnologia para erradicar a fome e garantir a segurança alimentar de todos. A agricultura tem o papel de produzir mais e melhor para satisfazer a crescente procura, mas também de ajudar a preservar a base de recursos naturais.

Apoiando os pequenos agricultores, podemos resolver dois problemas ao mesmo tempo: o aumento da disponibilidade de alimentos e também a redução da pobreza, já que as pessoas passarão a contar com rendimentos acrescidos.

Ao mesmo tempo, é preciso combater o desperdício de alimentos. Estima-se que cerca de 1.3 mil milhões de toneladas por ano seja perdido ou desperdiçado – 1 terço da produção mundial. A quantidade desperdiçada nos países industrializados é maior que a produção total da África Subsariana e daria para alimentar as 842 milhões de pessoas atualmente com fome.

Por isso, ninguém pode ficar indiferente ao flagelo da fome no mundo. Todos os países, todas as comunidades e indivíduos devem fazer tudo o que estiver ao seu alcance para que a batalha contra a fome seja vencida com a maior brevidade.

Dr. Hélder Muteia
Representante da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) em Portugal


Mais notícias...

Sociedade Portuguesa de Matemática com Presidente da UAb
Estudantes da UAb apresentam trabalhos na Hands-on Science
Candidaturas a pós-graduações, mestrados e doutoramentos
Qualificação para Estudos Superiores: candidaturas
UAb participa nas Jornadas da Educação no Maputo
Seminário de Educação Superior a Distância: Conclusões
Protocolo UAb-FAO: Organização da ONU para a Alimentação
MISE e DMAD fazem ações presenciais no Montijo e Silves

Ver Newsletter

 © Universidade Aberta 2008    Otimizado para: Resolução 1024x768 / Internet Explorer 7 / Firefox 3