Discurso Direto



Estudar na UAb – Querer ir mais longe

DD

Digo com alguma frequência que sou uma curiosa por novas formas de aprender a vida. Sou um animal adaptável e atento ao que me rodeia. Não me acomodo a conceitos preestabelecidos. Gosto de desafios. Ouvi falar da UAb no fim dos anos 80, quando a minha vida era dedicada ao ensino. Nunca ouvira falar em ensino a distância. Fui esclarecida por colegas de então e um par de anos depois inscrevi-me na Licenciatura em Ensino.

Mas a vida mudou. Deficiente motora há muitos anos e a degradação física a acentuar-se, optei por outros caminhos. Com o “boom” das novas tecnologias, surgem novos paradigmas e outros interesses para novas aprendizagens.
Em 2007 entro, novamente, na Universidade Aberta, desta feita para a Licenciatura em Ciências Sociais – minor Ciência Política e Administrativa que termino em 2010.
Este último percurso só foi possível graças à UAb e ao seu sistema de ensino. O sistema convencional de ensino é redutor para quem vive nas províncias e longe de todas as oportunidades. Para quem acha que estudar a distância é tirar “uma licenciatura de sofá”, é bom que se diga que, muito provavelmente, nunca chegaria a terminá-la. Requer muita determinação, um elevado padrão de organização e disciplina pessoal e algum sacrifício.

Na UAb não encontrei, apenas, os melhores professores e um programa educativo de mérito reconhecido; encontrei um espírito académico incrível, colegas maravilhosos e uma Associação Académica invejável. Além do mais e como juiz em causa própria, não posso deixar de referir o enorme e louvável empenho da UAb, na criação de condições específicas para os alunos com deficiências, junto dos Centros Locais de Aprendizagem, bem como a criação do Projeto Acessibilidades.
Por outro lado, a oferta pedagógica é transversal ao universo de interesses. Para além dos ciclos normais, as ofertas estendem-se a outros programas e formações que podem e devem ser frequentadas para quem necessita de atualizações constantes na sua prática profissional. Em 2013 fiz a Formação Modular Certificada em Ruralidades e Ecoturismo que recomendo vivamente.

A próxima etapa? Se Deus quiser e a vida me permitir, será o Mestrado. Afinal, a aprendizagem não acaba aos 56 anos, pois não?


Marilena Ribeiro
Licenciatura em Ciências Sociais





Mais notícias...

Chá das Cinco … com Santo António no Sabugal
Ciclo de Tertúlias “A Língua Portuguesa”
Em Diálogo com Eduardo Lourenço
Sede da UAb acolhe Noite da Literatura Europeia
Concessão da certificação da Qualidade
Curso de Qualificação para Estudos Superiores
Licenciaturas: candidaturas até 02.07
Mestrados Doutoramentos e Pós-Graduação: candidaturas

Ver Newsletter

 © Universidade Aberta 2008    Otimizado para: Resolução 1024x768 / Internet Explorer 7 / Firefox 3